terça-feira, 8 de julho de 2014

É isso aí!

3 comentários:

Henrique Dias disse...

O que aconteceu no mineirão não é normal. Tem esquema por trás disto, muita gente envolvida. Não precisa nem entender de futebol para perceber que tem truta.

Anônimo disse...


• http://pocos10.com.br/?p=12023




• AÉCIO NEVES VAI À IGREJA E EVANGÉLICOS REAGEM:-



• - “Antes, nos nossos altares, só subiam homens de Deus” -



• http://pocos10.com.br/?p=12023#sthash.I2uPz90F.dpuf





• Menos de uma hora depois de o pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), publicar uma foto da reunião do candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, com líderes evangélicos, na manhã desta segunda-feira, 07, em São Paulo, mais de 200 internautas publicaram comentários na página do pastor no Facebook, a maioria com críticas à mistura entre religião e política.
• Por outro lado, mais de 1.800 seguidores da página "curtiram" a informação.
• Entre os que comentaram, poucos aplaudiram a iniciativa e manifestaram apoio a Aécio.
• Outros defenderam o voto no Pastor Everaldo, candidato do PSC à Presidência, também da Assembleia de Deus.
• A maioria protestou contra a presença de um candidato na Assembleia de Deus Belenzinho, onde acontece a reunião.
• "Antes, nos nossos altares, só subiam homens de Deus", lamentou um fiel. "Odeio politicagem dentro da Igreja", repudiou outro.
• Alguns internautas lembraram, com críticas, o encontro de Aécio com líderes da maçonaria, em abril passado.
• Na ocasião, Aécio visitou a Grande Loja Maçônica do Estado, na Liberdade, em São Paulo.
• Aécio foi ao encontro com os evangélicos acompanhado do candidato a vice-presidente, Aloysio Nunes Ferreira.

- See more at: http://pocos10.com.br/?p=12023#sthash.vtmRW6Te.dpuf

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Concordo sr Henrique Dias. Concordo plenamente e lembro ao senhor que ainda na primeira fase da Copa o técnico alemão já dava como certa a ida de sua seleção para a final, passando pelo Brasil.
Ainda tem outra coisa: alguém do Instituto Millenium sugeriu que o Brasil perder a Copa seria bom para os tucanos. Ao que parece a sugestão foi aceita, e eles compraram a derrota do Brasil na Copa. Pior os jogadores estavam com o emocional arrasado, porque por certo, estavam sendo pressionados e ameaçados se a ganhassem. E talvez o lance do colombiano deve ter sido para castigar o Neymar, para aprender a não contrariar interesses de gente muito podero$a. O próprio ato da FIFA não punindo o colombiano foi uma prova de que estaria tudo arranjado.
Ainda lembro um fato que me fez parar de torcer pelo Atlético Mineiro pelo fato de ter sido feito de palhaço. No dia 04 de dezembro de 2011, última rodada da Série A, jogaram Atlético Mineiro e Cruzeiro, sendo que a vitória deste último era primordial para a continuação do time azul na série A. O Atlético perdeu de 6 a 1. E mandou o Atlético Paranaense para a série B. Em 2013 os paranaenses ganharam as duas partidas que fizeram pelo Brasileirão. Aquele jogo dos 6 a 1, foi atípico. O Presidente do Cruzeiro dizia que se o Cruzeiro caísse para a Série B ele mudava de nome.
Este é um jogo que precisava ser investigado juntamente com o da seleção, pois tomar quatro gols em seis minutos, não é para a seleção brasileira. Pior, ver o Fernandinho perder a bola para um alemão e não tentar recuperá-la também causou estranheza.