quarta-feira, 9 de julho de 2014

Os tucanos bandidos vibram de quê?



Os tucanos e os sabujos do PiG que, antes da Copa das Copas, vislumbravam o caos, o fracasso durante a competição, depois de quebrarem a cara, agora, em imenso orgasmo coletivo, estão vibrando com a eliminação do Brasil diante da Alemanha.

Aécio Neves, Xico Graziano, o pai daquele bandido que espalhou boato contra Lulinha , Terezinha Nunes(PSDB-PE) e tantos outros tucanos, de alta e baixa plumagem, invadiram as redes sociais para colocar nas costas de Dilma a perda, pelo Brasil, da Copa do Mundo de 2014.

Igualmente, Merval Pereira, Constantino, Jabor, Sadengerg, Eliane Cantanhede, Reinaldo Azevedo, Williams Bonner, Patrícia Poeta, Neto, e tantos outros, estão, desde ontem, com as cloacas, os fundilhos ardidos de tanto vibrarem com a derrota.

Nunca nesse meu quase meio século de vida eu vi uma coisa de Arenasssas.Nem no regime militar as vozes da oposição torceram contra o Brasil.Nem durante o desgoverno Collor/FHC a oposição, capitaneada pelo considerado radical PT, torceu contra o Brasil. Lembro muito bem que, em 2002, milhares de petistas fizeram a festa aqui no Recife, neste estado e no resto do país para comemorar aquele título, conquistado no governo mais corrupto da História do Brasil. o de FHC.

Essa comemoração desses antipatriotas só faz provar que eles não têm a menor capacidade de governar um país, que são tão incompetentes, tão egoístas tão cruéis, tão desumanos, tao mesquinhos, que vibram com o choro de uma Nação inteira.

Pensa essa raça  de hipócrita, farsante, bandido que com a perda da Copa Dilma vai perder uns pontos nas pesquisas e, consequentemente, a eleição de outubro.

Não vai não. O povo é sábio, sabe muito bem que a Copa foi um sucesso, sabe muito bem separar política de futebol, o povo sente orgulho de ter presenciado uma Copa realizada neste país.Ser derrotado numa Copa ou em qualquer outro campeonato é um risco que corre todas as equipes que participam da competição. A perda faz parte da competição. Um campeonato com apenas um vencedor não tem a menor graça.Além disso, a perda serve como uma lição para que não se repita o mesmo erro.

O importante, e esse foi o grande objetivo de Lula ao trazer a Copa para o Brasil, era a realização da Copa aqui. O que importa é saber que a Copa foi um sucesso.Tudo funcionou bem. Aeroporto, metrôs, hotéis, estradas, Arenas belíssimas, segurança.O fracasso propalado pelos mesmos que hoje vibram com a derrota do Brasil não ocorreu.

Aos opositores só restam vibrar pela perda da Copa dentro do campo, porque fora foi um sucesso estrondoso, reconhecido pelo mundo inteiro, menos pelos vira-latas do Brasil.Tenho dó dessa gente.



Um comentário:

Henrique Dias disse...

Pois é a Dilma não teve tempo de praticar sua forma física com eficiência.