segunda-feira, 29 de setembro de 2014

A nova política de Eduardo Campos tem até sequestrador




Todos já devem estar sabendo que, hoje, um meliante invadiu um hotel em Brasilia e tomou, por sete horas, um cidadão como refém.Segundo o meliante, o sequestro tinha como objetivo que Dima renunciasse ao cargo de presidente do Brasil, a extradição de Cesare Batistti e pedia, ainda, o cumprimento da Lei da Ficha Limpa.Em conversa com repórteres, o meliante confidenciou que não tolerava mais corrupção no Brasil, por isso planejou o sequestro.A mídia comercial ignorou a origem do bandido, mas como temos agora umas ferramentas chamadas de redes sociais foi descoberto, de logo, sua origem.Trata-se de um ex-vereador de uma cidade de Tocantins, seu partido,o PP, é um aliado incondicional do PSDB na cidade onde ele mora.Descobriu-se também que o bandido tinha uma "paixão" desenfreada por Eduardo Campos, a quem já havia declarado o voto.Curioso nessa história toda é que mesmo o sujeito sendo avesso a corrupção, declarou também voto na candidata Dulce Miranda(PMDB-TO), mulher do candidato Marcelo Miranda, cujo avião foi preso, recentemente, com R$ 500 mil reais provenientes, supostamente, de caixa dois, além de ser acusado por outros crimes.Aqui também.Como se vê, o sujeito se diz contra a corrupção, mas apoia a esposa de um político acusado de corrupção.Sei não, viu! Mas é cada coxinha que aparece.Pode apostar que amanhã esse cara vai estar no Bom Dia Brasil, Ana Maria Braga e Fátima Bernardes mostrando os motivos que o fizeram a invadir o hotel.

Um comentário:

Juuh Drew disse...

O TERROR DO NORDESTE, VC É UM PAU NO CÚ, DEVE VIVER DE BOLSA ESMOLA, PARASITA DA SOCIEDADE.