sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Subida de Dilma coloca Marina contra a parede

1

Enquanto Dilma recupera o favoritismo, candidata do PSB perde apoio pela dificuldade de sustentar uma perspectiva política clara
A arrancada de Dilma no Ibope confirma aquilo que era fácil de imaginar. Após o imenso impacto da tragédia que matou Eduardo Campos, a campanha presidencial retorna ao ponto de partida e Dilma se aproxima da posição original de favorita. Já tem oito pontos de vantagem no primeiro turno — e se encontra em empate técnico nas pesquisas sobre o segundo.
A dúvida, agora, é o futuro de Marina Silva.
Capaz de navegar na onda emocional, que deixou o país em estado de choque, chegou o momento de demonstrar que é uma candidata competitiva. Seu desempenho, até aqui, tem sido desastroso.
Quanto mais aparece como candidata, o que implica em comprar o debate a partir de uma perspectiva política, perde pontos e credibilidade. Aprovada com louvor no teste de imagem pessoal, não conseguiu demonstrar consistência na discussão de ideias ou propostas.
A queda rápida se explica em função disso. O bom candidato é aquele que cresce toda vez que abre a boca.

Em função de posições políticas abertamente conservadoras, Marina tornou-se irreconhecível para seus antigos eleitores.

Em função do caráter improvisado de suas propostas, perdeu sustentação entre aqueles que poderiam lhe dar apoio como um instrumento mais eficaz para cumprir a prioridade absoluta do empresariado, que é derrotar Dilma Rousseff.

Nos últimos dias, circulavam sinais nítidos de que a própria direção do Itaú mostrava-se insatisfeita com a identificação excessiva da instituição com a candidata.

A campanha está longe de encerrada e pode dar muitas voltas. A dúvida é saber como será capaz de sobreviver até 5 de outubro.


Um comentário:

Unknown disse...


Fernandes natal, Pra frente Brasil. com a queda vertiginosa do balão Marina mochando a cada pesquisa, com Aécio patinando nus 15,14 pontos, com a confiança que nos brasileiros temos, vamos escolhendo o que melhor para o futuro do Brasil. á presidenta Dilma. pra o desespero do PIG, o PT vai vencer no primeiro. turno.