quarta-feira, 29 de julho de 2015

O país da bandidagem e da hipocrisia


Agente da PF na Lava Jato responde por corrupção





247 - O agente da Polícia Federal Newton Ishii, que atua na operação Lava Jato acompanhando presos como o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, não é bem um exemplo de integridade.

Newton Ishii foi preso pelos próprios companheiros de corporação em 2003, na Operação Sucuri, que investigava uma quadrilha que realizava contrabando na fronteira do Brasil com o Paraguai, segundo nota publicada pela coluna Expresso, de Época.

O agente foi acusado de corrupção e chegou a ser expulso da Polícia Federal, mas conseguiu depois se reintegrado à PF. Ishii responde atualmente a processos criminal e civil, além de uma sindicância.

 PORTARIA Nº 671, DE 14 DE ABRIL DE 2014
O DIRETOR DE GESTÃO DE PESSOAL DO DEPAR-
TAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL, usando das atribuições que lhe
são conferidas pelos incisos XIII e XVIII, do artigo 32, do Regimento
Interno do DPF, aprovado pela Portaria nº 2.877, de 30.12.2011,
publicada no Diário Oficial da União nº 1, de 02.01.2012, Seção I,
pp. 36/44, nos termos do Acórdão nº. 66282013 - TCU, Segunda
Câmara, que decidiu pela ilegalidade de sua aposentadoria, constante
no Processo n° 08389.011056/2003-45, resolve:
Revogar a Portaria n° 1902, de 03 de outubro de 2003,
publicada no Diário Oficial da União n° 193, de 06 de outubro de
2003, que concedeu aposentadoria ao servidor NEWTON HIDENORI
ISHII, matrícula SIAPE n° 182.948, ocupante do Cargo de Agente de
Polícia Federal, Classe Especial, do Quadro de Pessoal do Depar-
tamento de Polícia Federal, e determinar o seu retorno à atividade e
ao efetivo exercício de suas atribuições no referido cargo."
DANIEL RESENDE ALCANTARA

Um comentário:

Cesar Henrique de Oliveira disse...

Tem mais bandido na vara do Moro do que na cadeia.