sábado, 5 de outubro de 2013

Marina Silva diz que se filiou ao PSB para acabar com o "chavismo" do PT


E agora Lula, que vive defendendo tanto Marina Silva quanto Eduardo Campos, o que tu tem a dizer? Na política atual não cabe a mais esse tipo de política paz e amor.Agora é na porrada.Salve-se quem puder.

Eduardo, você está preparado para ser presidente do Brasil? Eu vou ser sua vice e estou indo para o PSB", disse a ex-senadora ao governador pernambucano; reunião decisiva terminou às 4h30 deste sábado; nela, Marina comunicou aos seguidores que seria vice de Eduardo Campos e que sua posição seria inegociável; ao dizer que o sonho de ser presidente seria adiado, afirmou que seu projeto seria acabar com a "hegemonia" e o "chavismo" do PT; pelo visto, é bem maior do que se imaginava o rancor de Marina em relação a Lula, Dilma e ao próprio PT


247 - É maior do que se imaginava a mágoa da ex-senadora Marina Silva em relação ao PT, ao ex-presidente Lula e à presidente Dilma Rousseff.

"Eu fiz esse acerto com o Eduardo Campos porque chegou a um ponto que eu não tinha outra alternativa. E o PSB é um partido sério. A minha briga, neste momento, não é para ser presidente da República, é contra o PT e o chavismo que se instalou no Brasil", disse a ex-senadora, segundo relatos de integrantes da Rede, que participaram da reunião (leia a reportagem completa de Simone Iglesias, do Globo).

Este encontro, que terminou às 4h30 deste sábado, teve momentos de tensão e emoção. Marina disse aos seguidores que o sonho de chegar à presidência teria de ser adiado e que sua posição seria inegociável.

Ela também relatou aos seguidores sua conversa com Eduardo Campos. "Eduardo, você está preparado para ser presidente do Brasil? Eu vou ser sua vice e estou indo para o PSB", disse ela Marina, relatando ainda que Campos ficou mudo.


Ou seja: Marina se vê como a força capaz de tornar Eduardo Campos presidente da República, encerrando o ciclo de 12 anos de poder do Poder.

3 comentários:

JONAS SILVA disse...

O PSDB está desesperado, veja porque:

www.platodocerrado.blogspot.com.br

Jonas Silva - DF

JONAS SILVA disse...

O PSDB está desesperado, veja porque:

www.platodocerrado.blogspot.com.br

julio disse...


Continua a velha política. Se Marina tivesse realmente ideologia filosófica política não teria se filiado ao PSB, pois o partido não professa as mesmas ideologias de Marina senão ela não estaria tentando criar o seu próprio partido político. É tudo uma grande sem-vergonhice.

A Marina e outros estão somente em busca do poder sem se importar com os meios para chegar aos seus objetivos. São todos maquiavélicos. Se puderem nos apunhalar pelas costas para atingir suas satisfações do poder, não medem pudor para agir. E como sintetizou Lênin: “Onde termina a política começa a trapaça”. É o que encontramos no país: só trapaceiros tentando passar a perna nos incautos brasileiros.

Marina, em verdade, é petista formada nas hostes Lulistas & Cia. e blefa para chegar ao poder. A adesão de Marina ao PSD revela que os partidos políticos estão falidos em matéria de identidade ideológica. Os partidos deveriam se extintos. Sobraria mais dinheiro para aplicar no social. Em seu lugar deveria ser implantado o sistema de candidatura avulsa, sem partido político. Acabaria com esse cipoal de siglas partidárias e o fisiologismo indecente do toma lá, dá cá, que tem obrigado os governos a lotear os cargos públicos com os partidos que lhes deram apoio na eleição.