terça-feira, 2 de junho de 2015

Presidente da OAB chama Gilmar Mendes às falas






A Ordem dos Advogados do Brasil, presidida por Marcus Vinícius Furtado Coêlho, reagiu com firmeza à entrevista concedida pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, ao 247.

Nela, Gilmar afirmou que a OAB foi "laranja do PT" (leia aqui), ao propor uma ação direta de inconstitucionalidade contra o financiamento empresarial de campanhas políticas. 

"Essa afirmação descabida e desrespeitosa não está à altura da liturgia e educação que se aguarda de um dos membros do STF", diz o texto. 

Confira, abaixo, a íntegra:

"A OAB exige respeito do ministro Gilmar Mendes.  Essa afirmação descabida e desrespeitosa não está à altura da liturgia e educação que se aguarda de um dos membros do STF (Supremo Tribunal Federal).

Com a declaração o ministro atinge não somente a OAB, mas também os seis ministros do Supremo que votaram a favor da ação que discute o financiamento de empresas nas eleições.
Seriam os seis ministros laranjas?

A ação da Ordem dos Advogados do Brasil foi proposta em 2011, há 4 anos, subscrita pelo então presidente Ophir Cavalcante, que sempre manteve equidistância dos partidos políticos,  postura de todos os presidentes da OAB".

Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB Nacional.

3 comentários:

BRASIL ESPÉRANÇA edson tadeu disse...

nINGUEM PODE FAZERT NADA NESTE PAÍS pela democracia e pelo direito, e acima de tudo por honraDEZ, que o Gilmar Dantas mendes Cristina Abdelmasshi diz que é para o PT. Ora Sr Gilmar ( porque nem de ministro vou lhe chamar). A cada um desses nomes que lhe dei que nao é o seu de batismo o senhor tem muito a explicar. e nao tem moral para atacar a OAB. se ponha na sua insignificancia.Cardosiana.

carlos alberto rodrigues alberto disse...

Deixa de ser abestado, OAB sempre foi um caça níquel para essa corrupção, que temos neste pais. Quando alguém de coragem fala a verdade, logo aparece corruptos para defender.

Edson Duarte disse...

OAB é envolvida nas maiores tramas de corrupção deste país, e o ministro Em questão é outro safado corrupto.